Modelo atômico de Rutherford

A partir do século passado, vários cientistas realizaram diversos experimentos que demonstraram que o átomo é por partículas ainda menores, subatômicas.

Para verificar se os átomos eram maciços, Rutherford bombardeou uma finíssima lamina de ouro (de aproximadamente 0,0001cm) com pequenas partículas de carga positivas, denominada partículas alfa, emitidas por um material radioativo.

As observações feitas durante o experimento levaram Rutherford a tirar uma serie de conclusões.

Observaçoes:

1-Grande parte das partículas alfa atravessa a lâmina sem desviar o curso.
2-Poucas partículas alfa (1 em 20000) não atravessam a lâmina e voltavam.
3-Algumas partículas alfa sofriam desvios de trajetória ao atravessar a lâmina.

Conclusões:

1-Boa parte do átomo é vazio. No espaço vazio (eletrosfera) provavelmente estão localizados os elétrons.
2-Deve existir no átomo uma pequena região onde esta concentrada sua massa (o núcleo).
3-O núcleo do átomo deve ser positivo, o que provoca uma repulsão nas partículas alfa (positivas).

A comparação do número de partículas alfa que atravessavam a lâmina com o número de partículas alfa que voltavam levou Rutherford a concluir que o raio do átomo é 10 mil vezes maior que o raio do núcleo. A partir dessas conclusões, Rutherford propôs um novo modelo atômico, semelhante ao sistema solar.

Atomo Rutherford

Uma resposta to “Modelo atômico de Rutherford”

  1. @TeoriaMetalica Says:

    MUITO BOM!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: